Assumiu quando ninguém queria

Assumiu quando ninguém queria

São Bento do Sul – Passadas as eleições municipais novas lideranças despontaram. Em São Bento do Sul alguns partidos, que não tiveram o sucesso almejado, têm a oportunidade de olhar para o futuro com as novas lideranças que foram aparecendo ao longo da campanha eleitoral e da votação. Para a maior parte dos partidos de ponta, a grata surpresa foi a ascensão de mulheres.

No Partido Progressista havia uma disputa interna para candidaturas a prefeito e a vice. Havia. Quando alguns escândalos vieram a público o número de interessados foi automaticamente reduzindo. Na reta final de definição para efetivar as candidaturas, alguns nem poderiam e outros não queriam por conta do desgaste do partido. Lideranças mais antigas trataram de buscar um nome com credibilidade e carisma para tentar colar no atual prefeito, Magno Bollmann, que sofreria consequências do desgaste natural sofrido ao longo dos anos de governo.

A professora Rosemari Strack Cândido, então secretária de educação, foi o nome mais apontado para a missão. “Não se passava pela minha cabeça concorrer ao cargo de vice-prefeita, mas senti como um chamado e aceitei. Lutei incansavelmente dia após dia pelas ruas pedindo apoio das pessoas para o nosso projeto. Tenho certeza que o meu melhor foi feito”, disse ela após as eleições.

Para o futuro

Questionada sobre as eleições de 2022 e 2024, Rosemari disse que sentiu nas visitas que fez às famílias da cidade a necessidade de pessoas coerentes e com interesse de fazer mais pelo povo. Por isso não descarta sua participação dos pleitos a fim de ajudar no trabalho em favor do povo. “Eu conhecia a cidade, em todos os aspectos, mas tive oportunidade de conhecer as famílias e saber das necessidades de cada uma. Não posso, sinceramente, dizer que não quero mais envolvimento político. A causa é muito maior do que os nossos quereres e maiores que as nossas vãs filosofias de vivermos bem. Temos que proporcionar o viver bem para todos da nossa cidade”, completou.

Como passou a ser uma referência importante dentro do Progressistas, a professora deve ser melhor aproveitada inclusive dentro da própria sigla para que seu nome seja fortalecido visando os próximos pleitos. Pelo menos é o que muitos correligionários esperam nessa caminhada para fortalecer o partido daqui pra frente.