Câmara Municipal: algumas situações da última Sessão

Câmara Municipal: algumas situações da última Sessão

Coleção de alfinetes

O vereador Paulo Zwiefka (DEM) voltou a falar da atuação da Secretaria de obras no parlamento. Foi na Sessão Ordinária na noite de quinta-feira (18). Segundo ele, as dificuldades por conta do pouco maquinário são notórias, mas que ele e Hélio Alves (DEM) passaram pela situação quando estavam a frente dos trabalhos na pasta.

Sem política

Zwiefka disse que para algumas pessoas é hora de trabalhar e não ficar fazendo política em cima de um assunto tão sério e que merece empenho de todos em favor da população. Após essas falas, agradeceu ao secretário de obras atual, Jairson Sabino (PSDB), que segundo o vereador tem atendido aos pedidos da Câmara. “Não pode atender todos, mas tem nos atendido”, disse.

Rio Vermelho e Rio Natal

Zwiefka solicitou mais apoio da pasta de obras para atender as reivindicações e necessidades das famílias de Rio Vermelho e Rio Natal. Destacou existirem algumas demandas urgentes para garantir a segurança e mais conforto das famílias daquelas regiões com relação a condição das vias públicas.

Não podem “carimbar verba”

Por último, o vereador Paulo ainda comentou a presença do prefeito Tomazini (PSDB) na Câmara com os vereadores. Sugeriu que o Legislativo solicite ao Executivo que a verba que certamente será devolvida no fim do ano seja utilizada para compra de máquinas para a Secretaria de Obras. A sugestão pode até ser positiva, mas não cabe à Câmara decidir onde o dinheiro vai ser investido. A Lei não permite.

Sem estampido

O vereador Darlan Guliani (Cidadania) usou a palavra para comentar sobre sua sugestão de lei que proíbe a comercialização e uso de fogos de artifício com estampido, ou seja: acabar com a barulheira dos foguetes na cidade. Tão logo foi divulgada a proposta algumas pessoas já se posicionaram pelas redes sociais. Umas a favor e algumas contra.

Pelos autistas

Darlan explicou que a lei vai favorecer uma classe muito especial de pessoas que sofrem nos dias mais festivos e que tem solturas exageradas de fogos. Segundo ele, os autistas seriam os maiores beneficiados com a lei.

Quadra coberta

O vereador Luiz “Magrão” Neri (PSDB) também fez uso da palavra para dizer que está feliz com os rumos da educação comandada pelo professor Josias Terres, secretário da pasta. Segundo Magrão, uma das boas-novas é o projeto de construção de um ginásio coberto para a Escola Annelize Mallon. Para ele, os espaços cobertos para aulas de educação física e outras atividades incidem na qualidade do ensino e da permanência dos alunos nos projetos extra-classe.

Calçadas e terrenos

O vereador Magrão ainda pediu para que a comunidade de São Bento do Sul ajude a manter a cidade limpa cuidando de suas calçadas e terrenos onde não hajam construções. Destacou que algumas reclamações têm chegado na prefeitura, que não pode fazer a manutenção de todas as calçadas por conta de leis específicas. “Se cada um fizer a sua parte, certamente a cidade vai se manter com sua beleza íntegra e uma demonstração de que toda população tem a preocupação de destacar São Bento do Sul como um verdadeiro Cartão Postal”, concluiu.

Volta às aulas

A Sessão da Câmara ocorreu exatamente no dia que marcou a volta às aulas nas redes estadual e municipal de São Bento do Sul. Vários vereadores utilizaram a Tribuna da Câmara para cumprimentar os professores reconhecendo a missão de cada um nesse momento delicado para a Educação no mundo.

Professores se reinventam

A vereadora e presidente do Legislativo, Carla Hoffmann (PSD), foi além. Da Tribuna ela homenageou os professores que, segundo ela, se reinventam a cada dia, mas que no período de Pandemia esse reinventar ocorreu de uma forma ainda mais contundente.

Baixa na comunicação

Carla Hoffmann ainda usou a Palavra para agradecer os trabalhos prestados pela assessora de comunicação Samara Massaneiro de Lima. Ela ficou apenas um mês no cargo servindo a Câmara Municipal, mas pediu exoneração na quinta-feira (18). Profissional da área de educação, Samara vai para um novo projeto visando aproveitar as oportunidades em sua área de formação. “Só tenho que agradecer pelo seu empenho e atenção. Me resta desejar sucesso para a Samara nesse novo projeto que está embarcando”, disse a vereadora.

Samara é formada no campo das artes e mira projetos pontuais visando crescer na profissão

Fotos: Luzardo Chaves/O Jornaleiro