DEM mais distante de aliança em Campo Alegre

DEM mais distante de aliança em Campo Alegre

Campo Alegre – O DEM campo-alegrense pode estar tomando rumo solo para a campanha eleitoral deste ano. O partido, que está na “tríplice aliança” do governo atual, ao lado de PSD e PP, deve desembarcar para uma candidatura própria.

Tudo leva crer que a sigla vai ter candidato a prefeito, devendo um dos vereadores atuais, Raul Johanson ou Josnei Cchaloupeck, assumir a condição de candidato assim que a convenção ocorrer. Johanson já deixou claro que é pré-candidato e que a sigla precisa buscar seu crescimento efetivo nas próximas eleições.

A principal razão para acreditar que esse rompimento está muito mais próximo é que o pré-candidato a prefeito pelo PP, o atual vice-prefeito Sebastião Kons (FOTO), não estaria aceitando os nomes que o DEM está apontando para assumir como vice na aliança. Na semana passada o Kons teria apresentado o nome do professor Ernani dos Santos (PSD), diretor da Escola Maria José, como sua preferência para uma candidatura a vice.

A notícia teria caído como uma “bomba” no reduto Democrata, o que fez com que os dois vereadores voltassem a se articular melhor internamente para viabilizar a candidatura própria para a prefeitura. Gente dentro do DEM acredita que será o caminho mais viável até por conta das imposições de Kons inclusive dentro do próprio partido, o Progressistas.