Expoama, supervisionamentos e os pavões

Estive ontem no Parque da Cidasc, onde acontece a Expoama, mas achei tudo muito “cru” para um evento que ocorre em menos de três semanas. A Festa está programada para ocorrer de 21 a 23 de setembro, mas…vai dar trabalho montar tudo em duas semanas.

Passeando pelo Parque também achei estranho que existe uma “ala” com disponibilidade de cozinha montada para servir aos trabalhadores que lá estão. Mas TV ligada em pleno horário de expediente? Quem supervisiona os servidores que estão atuando por lá? Ou tive azar e cheguei em hora de descanso (10 da manhã)?

Tem coisas que eu não estou conseguindo entender. Pelos corredores da prefeitura algumas pessoas não se fazem de rogadas na hora de criticar alguns colegas que “não estariam desempenhando as funções como deveriam”. Dizem alguns que lá estão alguns se promovendo as custas dos outros.

Falando nisso, é importante dizer que São Bento está mesmo na mira de alguns empreendimentos maiores. Prova disso aí está a Havan, chegando também Fort Atacadista e outros. Só não concordo com a postura de gente que deveria garimpar empreendimentos (e não funciona) fique arrotando que se empenhou para que a cidade conseguisse essas organizações. Sair na foto é muito fácil…

Tem gente que questiona o porquê de eu não falar mais sobre o caso dos médicos na cidade. Calma gente! Deixa a Polícia fazer o trabalho primeiro. Importante é que haja justiça. Só posso adiantar que o metano exalado de alguns casos ainda será sentido por muitos.