LUTO: Banda Treml perde um dos mais antigos integrantes

LUTO: Banda Treml perde um dos mais antigos integrantes

São Bento do Sul – O céu ficou mais cinzento na manhã deste domingo (18). Para a centenária Banda Treml, uma dor irreparável. Os acordes e a harmonia musical ficam sem um de seus especiais artífices. Aroldo Rank, o piadista, o alegre, o animador, o que fazia sair sorrisos de muitos lábios, deixou o plano da matéria para executar sua música no mundo espiritual.

Por volta das 7 horas da manhã Aroldo atendeu ao chamado do reino celestial e deixou a vida terrena. Depois de ter enfrentado uma pancreatite aguda biliar com toda valentia, deu por encerrada sua passagem por este mundo.

Aos 72 anos de idade, era um dos mais antigos integrantes da Banda Treml, pela qual nutria uma paixão sem precedentes com relação a música. Ele estava no grupo desde 1972. Além de participar da Centenária Banda, ele ainda fazia parte de outros conjuntos, como “Os Tradicionalistas”, do qual era um dos fundadores, e da “Bandinha do Opa”.

Aroldo Rank, 48 anos de Banda Treml e uma vida de retidão, alegria e paixão pela música

Do Editor

Aos familiares, a tristeza pela saudade que vai ficar, mas a certeza de ter convivido com um ser humano íntegro, que buscou na musica uma justificativa para sua alegria e na família uma razão para honrar a graça da vida que recebeu. Esposo, pai, avô, irmão e amigo disposto a renunciar a si próprio para oferecer o ombro amigo e o abraço reconfortante de quem deseja apenas o bem e amor ao próximo. Esse era Aroldo Rank.

Os amigos o descrevem como uma peça especial dentro dos ambientes. “Sentiremos muito sua ausência. Ele era a pessoa que sempre nos fazia rir com suas piadas e brincadeiras. Será uma despedida de muita dor e tristeza para alguém que vai deixar muita saudade”, disse o maestro Francisco Kaminsky logo pela manhã à Rádio São Bento FM.

Pedro Bitencourt, último maestro da Banda a desencarnar, certamente está com sua batuta celestial pronta para comandar mais uma canção que só aos que entendem a magia da música compreendem. A diferença é que ele, o maestro, terá em sua banda espiritual o grande músico Aroldo Rank.

Que a festa no céu aconteça para sua chegada e que Nosso Senhor Jesus Cristo, em quem tanto o seu Aroldo depositou confiança e devoção nesta vida, seja seu primeiro abraço no jardim florido e harmônico da eternidade.

Luzardo Chaves (Editor O Jornaleiro)