Política: Cargos…Weihermann…Pacheco…Magrão

Política: Cargos…Weihermann…Pacheco…Magrão

Visando o futuro

PSD e MDB parece que vão tentar se manter afinados para a sequência do projeto político na cidade. Líderes das duas siglas estiveram reunidos segunda e terça-feira para analisar algumas situações e traçar novos objetivos. Na foto, Ismar Becker (PSD), Adriane Ruzanowsky e Osmar Telma (ambos do MDB) conversaram pessoalmente na manhã de terça-feira (17) para acertar algumas questões.

Mas e a vice?

Eliane Hubl (MDB), que foi candidata a vice-prefeita pelo MDB na chapa com Ismar, não foi convidada para tal encontro. No entanto, almoçou com o empresário na quarta-feira onde teria uma conversa sobre os resultados e as intenções.

Está na cara

Eliane não se mostra satisfeita com a postura que o MDB teve com ela na campanha eleitoral. Embora não fale ainda sobre o assunto, pessoas próximas dizem que ela está muito aborrecida pelo fato de emedebistas históricos terem cruzado os braços na campanha.

Expectativa

Nesta quinta-feira (19) a professora Eliane Hubl concede entrevista para a Rádio São Bento FM 90,3 ao meio dia. Promete ser uma conversa franca onde ela deve falar muita coisa que está entalada na garganta.

Preocupação

Algumas pessoas que pegaram firmes na campanha eleitoral pela candidatura de Eliane e pela própria, apostam numa possível mudança de partido, o que pode não acontecer já. Mas Eliane conquistou um patrimônio eleitoral no que diz respeito a votos, e pode seguir um caminho diferente do que planeja Ismar Becker e o MDB.

Briga por cargos

O médico Antônio Tomazini (PSDB) não vive de maneira fácil nestes últimos dias. Seu telefone deve estar sobrecarregado de mensagens de gente que se coloca à disposição para trabalhar em cargos de confiança.

Redução para economizar

Tomazini deve cumprir uma de suas promessas de campanha, que é levar o menor número possível de pessoas de fora da prefeitura para os cargos de confiança. Mas as mensagens e ligações são inúmeras, até de gente que nem apareceu na campanha. Ou pedem pra si ou tentam apadrinhar alguém.   

Possibilidades

Duas pessoas que estiveram com os médicos na campanha devem assumir papel de destaque na administração. Luiz “Magrão” Neri, primeiro suplente de vereador, deve voltar à presidência da FMD – Fundação Municipal do Deporto. Ele já foi presidente no governo do MDB.

Na saúde

Geraldo Weihermann (PSDB) aparece bem cotado para assumir a pasta da saúde. As especulações aumentam após Tomazini ter deixado clara sua intenção de nomear um gestor e não um médico para a pasta.

Pacheco na área

Gente próxima do PSDB soprou ainda que o ex-vereador Sérgio Rogério Pacheco é cotado para assumir como chefe de gabinete do novo governo. Pacheco, que já foi atuante nos governos do PP em São Bento do Sul, dizem, deixou de apoiar os progressistas após divergências com o ex-deputado Silvio Dreveck. Segundo comentam dentro do PP o afastamento ocorreu por conta de “brigas por cargos políticos na Alesc”.