Política: Tomazini…tributos…arrecadação…choradeira

Política: Tomazini…tributos…arrecadação…choradeira

Mais presente

Prefeito Antônio Tomazini (PSDB) está a cada dia mais presente com a equipe da administração. Tem visitado as secretarias e ouvido os relatórios dos titulares e equipes técnicas pessoalmente.

Melhor da saúde

Com a melhora significativa no quadro de saúde o Alcaide está mais focado nas ações da prefeitura e cobrando dos comissionados que façam valer a pena a confiança. Mas tem coisas que ainda vai colocar nos eixos, sem delongas.

Também presente

Na tarde desta terça-feira (20) mais uma vez o vice-prefeito, Tirso Humelgenn (PSDB), também estava circulando pelo prédio da administração, como tem feito diariamente na parte da tarde. Tirso tem observado algumas situações e apontado alternativas ao prefeito.

Feliz com os resultados

O diretor de tributação da prefeitura de São Bento do Sul, Robson Gottardo (FOTO), está satisfeito com os números do primeiro quadrimestre de 2021. Isso que abril ainda nem terminou.

Receita dentro do previsto

Conforme o diretor, o orçamento estimado em R$ 355 milhões para o ano deve ser atingido, mesmo com as dificuldades impostas pela Pandemia. Os três primeiros meses do ano, todos eles, ficaram com arrecadação acima do estimado.

Folha com menos de 40%

Uma das despesas que mais gera preocupação diz respeito a Folha de Pagamento. Atualmente está em 37% da arrecadação, mais de 15% abaixo do limite prudencial estimado por lei.

Nunca está bom

Reclamar parece ser o dom de algumas pessoas. Bastou os vereadores entrarem com uma moção pedindo que professores e demais trabalhadores da educação sejam colocados como prioridade para tomar a vacina contra a Covid-19 e muitos já se manifestaram dizendo que seus grupos também carecem atenção. Aí não tem como ser feliz!

Sobre ouvidorias

De novo, pra quem interessar possa: ouvidoria é para encaminhar reclamações e sugestões a fim de ajudar na solução dos problemas detectados. Quem não aceita que o povo reclame, está no lugar errado.

Júlio Garcia

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina decidiu na tarde desta terça-feira (20) que o deputado Júlio Garcia (PSD), que estava afastado por ordem judicial por conta da Operação Alcatraz, pode retomar às atividades e ao mandato como parlamentar.  O parlamento deliberou sobre o assunto após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Edson Fachin, que confirmou que a competência sobre as cautelares envolvendo deputados estaduais é dos parlamentos dos Estados. Coisas da política!