Secretário enaltece gestão da educação municipal

Secretário enaltece gestão da educação municipal

São Bento do Sul – O Secretário Municipal de Educação, professor Josias Terres, concedeu entrevista para a Rádio São Bento FM no começo da tarde desta quinta-feira (4). Ele participou ao vivo do Jornal de São Bento, noticiário que vai ao ar de segunda a sexta-feira das 12 às 13 horas, para esclarecer algumas situações da pasta.

Uma das situações está nas mudanças que estão acontecendo com as turmas de pré-escolas. O professor disse que ser necessário, nesse momento, que todos trabalhem de mãos dadas para sanar os problemas e não criar mecanismos que possam desagregar. “Tem medidas que precisamos tomar nesse momento. Sabemos que não vai agradar a todos, mas são necessárias. Passando a pandemia as coisas tendem a voltar no lugar. Mas precisamos da compreensão de todos”, disse.

O professor aproveitou ainda para agradecer a equipe, todos os profissionais que se somam aos professores e alunos, pelo empenho, pela dedicação e pelo zelo em prol da educação da cidade. “Realmente é um momento em que o trabalho de parceria vai fazer a diferença. Pais, professores, direção das escolas, estudantes e nós da secretaria precisamos falar a mesma língua para o sucesso da educação”, pontuou.

Sobre a estrutura da educação, os prédios, que vêm recebendo críticas ferrenhas do vereador Luiz “Magrão” Neri (PSDB) na Câmara Municipal, Josias fez questão de dizer que a estrutura é boa, que existem situações pontuais, mas que é preciso prudência, pois tudo vai acontecer conforme a disponibilidade de recursos. “A gestão anterior da educação está de parabéns, já falei isso. Temos situações pontuais pra sanar, mas quem está na educação sabe que tudo precisa seguir um cronograma de trabalho e a disponibilidade de recursos. Não é possível consertar tudo de uma única vez. Vamos investir na Rodolfo Berti, que terá assinatura de ordem de serviço ainda nesta semana, e depois na Emílio Engel, onde precisamos recuperar o Ginásio de Esportes. Mas pensar que tudo vai se resolver de uma hora pra outra é engano. Leva tempo”, concluiu.

Foto: Luzardo Chaves/O Jornaleiro