Servidores podem ter reposição salarial

Servidores podem ter reposição salarial

São Bento do Sul – Na quarta-feira (6), representantes da Administração Municipal e do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Bento do Sul estiveram reunidos para tratar sobre a reposição salarial da categoria. Em 2020, por conta da pandemia, os servidores não tiveram a correção inflacionária aplicada aos seus salários, mas um entendimento recente do Tribunal de Contas do Estado indica que é possível aplicar não só o índice em 2021, como também repor as perdas do ano passado. A reunião contou com a participação do vice-prefeito, Tirso Hümmelgen (PSDB), que está tomando frente em algumas questões enquanto o prefeito, ainda em recuperação, despacha de casa.

Durante a reunião com o presidente do sindicato, Edmilson Benedito de Assis, o assessor de Governo, advogado Luiz Novaski, e o secretário de Administração, advogado Patrick Vicente, destacaram que objetivo da administração é garantir a correção aos salários para evitar perdas aos funcionários públicos. Este foi um pedido feito ao prefeito Antonio Tomazini em outro encontro recente com lideranças sindicais.

Quanto a reposição salarial para este ano, o orçamento da Prefeitura tem previsão para aplicação do índice inflacionário. No entanto, em relação ao valor não repassado em 2020, a Secretaria de Administração e o Gabinete devem analisar a forma para uma possível compensação.

Outro ponto abordado na reunião foi a possibilidade de alteração da data-base para reajuste salarial que atualmente ocorre em maio. O objetivo é alterar para fevereiro ou março. Após o encontro na Prefeitura, representantes do sindicato e da administração foram até a Câmara de Vereadores para uma reunião com a presidente, vereadora Carla Hofmann (PSD), a qual destacou a importância do trabalho conjunto entre Prefeitura, sindicato e Câmara Municipal.

Objetivo da reunião foi dar início a um diálogo com o Legislativo, pois o projeto de lei contendo a correção salarial deve ser enviado nos próximos dias.

Informações e foto: Divulgação/Assessoria de Imprensa