ALERTA – Bairros Serra Alta e Boehmerwald  infestados pelo Aedes Aegypti

 ALERTA – Bairros Serra Alta e Boehmerwald  infestados pelo Aedes Aegypti

São Bento do Sul – A Secretaria de Saúde de São Bento do Sul recebeu um comunicado da Supervisão Regional de Saúde de Mafra, que os bairros Serra Alta e Boehmerwald já são considerados infestados pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, febre de chikungunya e zika virus.

Conforme destacou a diretora do Centro de Vigilância à Saúde, Silvana Bianco Bauer, a população precisa se conscientizar, pois é necessário ajuda de todos para combater o mosquito. “Hoje temos três agentes de endemias para todo o município e através de processo seletivo, estamos contratando mais cinco. Porém, é preciso que a comunidade nos auxilie, pois são ações simples que podem combater essa proliferação”, frisou Silvana.

De acordo com os dados apurados, somente em 2021 foram 75 focos do mosquito contabilizados e agora, em 2022, já foram identificados 31, com cerca de 7 mil domicílios em áreas consideradas infestadas.

“Temos 466 armadilhas e 81 pontos estratégicos instaladas na cidade e em relação a isso, também pedimos que a comunidade não mexa nas armadilhas, pois muitas são danificadas e acaba que não conseguimos controlar a proliferação do mosquito”, comentou a enfermeira e coordenadora de combate à endemias, Patrícia Oliveira.

Cuidados contra o mosquito

Evite usar pratos nos vasos de plantas;

Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;

Mantenha lixeiras tampadas;

Deixe os tanques utilizados para armazenar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;

Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;

Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;

Mantenha ralos fechados e desentupidos;

Lave com escova os potes de comida e de água dos animais, no mínimo uma vez por semana;

Retire a água acumulada em lajes;

Limpe calhas, evitando que galhos ou outros objetos não permitam o escoamento adequado da água;

Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em vasos sanitários pouco usados e mantenha a tampa sempre fechada;

Evite acumular entulho, pois podem se tornar criadouros do mosquito.

ASCOM/PMSBS

Outras notícias